The Aesthetics of Silence

“O silêncio é a extensão mais extrema dessa relutância em comunicar, essa ambivalência em fazer contato com o público que é uma motivação principal da arte moderna […] pelo silêncio ele [o artista] liberta a si mesmo da escravidão servil ao mundo, que aparece como patrão, cliente, consumidor, antagonista, árbitro e desvirtuador de seu trabalho.”

Susan Sontag

Advertisements